O que a sabotagem na Tesla tem a ver com sua empresa?

compliance vazamento de dados

Foi divulgada, nos últimos dias, em diversos portais (ex.: https://bbc.in/2K5vZxZ ou https://cnnmon.ie/2tms0nd), a tentativa de sabotagem (ou vazamento de dados) ocorrida na Tesla. Segundo as notícias, um ex-empregado da empresa está sendo processado por ter compartilhado indevidamente um grande volume de informações sensíveis. O funcionário, por sua vez, defende-se dizendo que entendeu que deveria fazer denúncias graves sobre dados da empresa à mídia.

No processo, a Tesla pede a apreensão de computadores e outros dispositivos eletrônicos do seu ex-empregado, Martin Tripp, sob o argumento de que ele “hackeou informações confidenciais e comerciais da empresa e as transferiu para terceiros”, as quais incluíam fotografias e vídeos. Ainda segundo as notícias, embora Elon Musk tivesse usado o termo “sabotagem” em seu e-mail para os funcionário, no processo esse termo não foi utilizado por seus advogados. A empresa busca, entre outros pedidos, indenização pelo vazamento de dados.

Dormindo com o inimigo.

Esse episódio traz novamente à tona a questão de vazamento de dados já comentada no blog, nesta postagem. De acordo com estudo da Ponemon Institute/IBM (2017 Cost of Data Breach Study), mais da metade dos problemas de vazamento de dados ou problema com sistemas decorre de atos de funcionários ou colaboradores internos, seja por desatenção, seja com premeditação.

Não é questão de se criar um ambiente generalizado de desconfiança. Isso não é bom para as relações corporativas a longo prazo, todos sabem. A conclusão é que, além de sistemas efetivos de proteção, as pessoas devem estar preparadas.

O negócio da corporação não pode ficar a mercê do humor de funcionários e nem ser porta aberta para crackers especialistas em extorsão ou concorrentes desleais.

Vazamento de dados e programas de integridade.

Programas de compliance digital é, sem dúvida, um dos meios mais eficazes de mitigar riscos de vazamento de dados e informações sensíveis da empresa. A preparação de toda a equipe que tenha contato com os computadores e sistema da empresa é um passo importante para que os riscos diminuam consideravelmente.

A conscientização, preparação e educação contínua de todos os colaboradores, do mais alto escalão ao estagiário, faz parte da moderna gestão empresarial.